Uma facada que pode ter mudado o rumo de uma eleição

                   

 

Quinta-feira, dia 6 de setembro, por volta das 15:00 da tarde, uma facada atinge o adomem do candidato à presidência  Jair Bolsonaro. Esse episódio acaba mudando totalmente o rumo de uma eleição presidencial, que já vinha sendo conturbada e atípica, com a possível candidatura do então ex- Presidente Lula da Silva, preso em Curitiba pela operação Lava Jato. Um cenário de muitas polaridades entre extrema direita e extrema esquerda nunca antes vivido no Brasil. Até os cientistas políticos  esperam os resultados das pesquisas para poder ter uma certeza na hora de falar sua opinião mais assertiva.

Cenário tão controverso que preocupa a todos. Mas a facada que pode mudar o destino de uma nação, veio de uma intolerância isolada, ou de uma trama que pretende, com essa ação, mudar as eleições de 2018?

Foto Josué Junio r- LinkeZine 5

 

Vou ficar com um ato de intolerância isolada que tem apenas  um criminoso  já preso. Essa ação só serviu para aumentar o fogo da eleição de 2018,  revelando um novo personagem. Este é General Mourão, vice de Bolsonaro. Ele começa a sua jornada pelo Brasil, propagando o equilíbrio e a serenidade de um homem que já andou pelo mundo e  contribuiu em algumas missões para o bem estar de alguns países. Com uma fala serena e equilibrada de um homem  vivido, ele  pronuncia seu pensamento caso Jair Bolsonaro  seja eleito.

Penso que a intolerância politica precisa dialogar com a razão, todos somos brasileiros e queremos o bem para nossa nação. Estamos em outros tempos, anos de uma evolução política pós Ditadura Militar.

Foto Josué Junior - LinkeZine 2

 

Em palestra proferida dentro do Palácio Maçônico no Lavradio, Centro do Rio de Janeiro, ele foi aplaudido de pé pelos maçons que ali estavam. Foi uma hora, apresentando o seu plano de Brasil, e ao final da palestra, ele encerra sua palestra com a certeza de que sua mensagem foi bem recebida e todos que estavam ali presentes viram e ouviram um General  com equilibro e sensatez, e com certeza, cativou a todos com o seu projeto de Brasil.

 

Foto Josué Junior - LinkeZine 1

O Brasil precisa acabar com essa intolerância e os extremos, e assim, começar a ouvir e pensar qual nação queremos para 2018. Temos que entender que somos diferentes, e por isso, pensamos diferente. Mas o que sempre uniu essa nação foi a qualidade de sermos um povo pacato e hospitaleiro.

Vamos avançar para um novo Brasil, nessas eleições de 2018.

 

 

Sobre Josué Júnior (137 artigos)
Josué Júnior, carioca, fotógrafo profissional pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Há mais de dez anos no mercado fotográfico com ênfase em moda e publicidade. Atualmente fotografa para o site Versão Masculina, especializado em comércio de produtos masculinos. Em sua empresa Arte foto Designer, desenvolve seu trabalho autoral, que pode ser apreciado na sua pagina : www.facebook.com/fotosjosuejunior?ref=bookmarks ,ou em seu Instagran .https://www.instagram.com/josuelbjr/

2 comentários em  Uma facada que pode ter mudado o rumo de uma eleição

  1. Muito bom texto, o general é uma figura muito respeitada no meio militar e agora mais conhecida pela população.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: