Resgatando patinhas

                                  

Crystiani Venuto

Entra ano e sai ano e o bicho homem teima em maltratar seu melhor amigo, que é o seu bichinho de estimação. São tantos relatos de maus tratos e abandonos que tive esse impulso de apresentar o outro lado desse tema, que é o lado afetivo e positivo, onde algumas pessoas agem na contra mão dos maus tratos, resgatando e adotando animais em situações de perigo ou abandono.

Inicialmente foram coletados alguns relatos de pessoas da cidade de Belo Horizonte que tiveram a coragem de resgatar e adotar esses animais esquecidos pela nossa sociedade. São histórias reais com finais felizes, mostrando que é possível adotar um bichinho abandonado e ser feliz na companhia deles. Poucos são aqueles que acabam se arrependendo, afinal um bichinho abandonado sofre muito mais que um bichinho comprado em pet shop. Por essa razão Linkezine faz esse painel de histórias para exemplificar como é possível esse gesto de amor. Vou coletando histórias de amor entre humanos e patinhas, e aqui postando, algo que sinceramente, percebo ser uma via de mão dupla, onde muitas vezes esses animais resgatados, acabam resgatando emoções daqueles que foram seus salvadores. Então, quem salvou quem?

Os relatos são mesclados de cães e gatos  resgatados e adotados, que serão acrescentados ao longo dos meses , servindo de exemplo e encorajando a adoção de animais (cães e gatos) em situação de risco.

O grande objetivo do Linkezine  será conscientizar um grande número de pessoas, que em algum momento já pensou em ter um animal de estimação, mas nunca teve a coragem de ir até ongs, ou qualquer outro local onde se possa adotar um bichinho abandonado nas ruas das cidades, ou mesmo que foram resgatados de maus tratos. Depois que se adota uma vez, a vivência é tão fascinante que, acreditem, vamos repetir esse ato várias vezes. Nunca mais vamos olhar aqueles pares de olhinhos sem levar um par para casa! Nos vídeos mostraremos que a adoção e castração ainda é a melhor solução para acabar com a superpopulação de animais de rua. E de quebra levaremos para casa o amor mais puro e incondicional que encontraremos nesse planeta tão conturbado. Assistam os relatos, que serão acrescentados à medida que os receber, e por favor divulguem! Essa será a boa ação que farão em prol desses animais que ainda aguardam nos abrigos, ongs e até os que ainda estão nas ruas, abandonados e maltratados, esperando que algum humano de bom coração olhe para eles e dê amor e um lar!

______________________________________________________________________________

No relato abaixo, eu mesma mostro a adoção de minha gatinha, que iria para um abrigo, por não poder mais ficar com sua dona. Aqui no Brasil a prática de sacrifício não acontece, mas em compensação, vemos o abandono de animais e de até ninhadas. No Rio de Janeiro temos pontos turísticos como depósito de animais, principalmente gatos. Maracanã, Campo de Santana, entre outros estão repletos de gatos e ninhadas abandonados. Além disso, muitos são envenenados aos montes como se fossem pragas.

Ao longo do vou tempo vou trazer relatos em vídeos de pessoas que encontraram ninhadas de gatos e cães em sacos de lixo, caixas em rio, etc. Abandono é um grave problema que enfrentamos por aqui. E o objetivo desses relatos é conscientizar as pessoas, de forma que possamos transformar essas atitudes. Vamos pôr um ponto final nessa maldade, começando a adotar e castrar esses animais, dar a eles amor e cuidados, é o mínimo que podemos fazer para melhorar a situação de calamidade que encontramos. Isso é um ato de compaixão e de cidadania.

Venha conferir e divulgar, fazendo uma corrente de conscientização!

_____________________________________________________________________________ 

Adoção responsável 

 

O relato que trago agora é de uma amiga, pisciana como eu, a Gisele, que tocou meu coração ao contar sua iniciativa de adotar 2 cachorros irmãos, e depois a adoção de duas gatinhas em momentos diferentes com histórias diferentes, mas que convergem em amor e companheirismo. Um exemplo a ser seguido num momento em que a vida no planeta pede que nos transformemos em seres mais conscientes e amáveis, que reconheçamos a característica da compaixão humana com tudo que é vivo aqui na Terra. Gratidão Gi pelo belo relato!

_____________________________________________________________________________________________________________________________

O resgate da cadela Pretinha.

Em plena pandemia, caminhando pelo calçadão da Barra da Tijuca, nos deparamos com uma senhora e sua mascote, uma cadela de belos olhos castanhos e com um mecanismo semelhante a uma cadeira de rodas para as pernas traseiras. Isso nos chamou a atenção e olhando mais de perto vimos uma coleira escrito Pretinha com letras verdes. Na mesma hora passou à cabeça “Que história viveu essa simpática cadelinha?” ,”Como será que foi o encontra dessa senhora e o quê a levou a ficar com ela?”. Decidimos nos aproximar com cuidado e conversar com a senhora. Ela então começou a contar a história da cadela Pretinha, com muito amor e alegria. Agora convido vocês a escutarem esse relato repleto de amor, solidariedade e dedicação. Com vocês o resgate  de Pretinha!

______________________________________________________________________________

Silvia e Lindinha sua gatinha adotada. Silvia nesse breve vídeo conta uma pouco da historia de como Lindinha entrou na sua vida para sempre.

____________________________________________________________________________________________

Helena e suas gatinhas.Helena vive na cidade do Rio de Janeiro, em uma casa  com quintal e sempre foi defensora dos animais. Por isso, pessoas que não queriam mais seus gatos, ou quando estes tinham cria, colocavam caixas e ou os abandonavam na casa de Helena. E Helena sempre os acolhe. Tentava conseguir lares adotivos, mas os animais que eram abandonados por serem todos gatos fêmeas, não conseguiam ser adotados. Então, por amor, Helena além de acolher, decide ficar com elas. São 7 gatinhas , todas castradas e muito bem cuidadas com amor e carinho. Vamos aqui no Linkezine apresentá-las para vocês. Inicialmente um vídeo mostrando 3 delas. Cada uma mais linda que a outra! Ao final tem uma foto com uma das gatinhas quando era filhote. Helena ainda não conseguiu mantê-la para fazer o vídeo, mas assim que o fizer posto aqui para vocês a conhecerem agora. E ficaremos aguardando as outras 3 mocinhas.

Agora vamos conhecer Helena e suas filhinhas:

A primeira é a charmosa Marie, a segunda é a princesa Frozen e a terceira foi a primeira gatinha adotada chamada Maria Filomena, que tem os olhinhos mais vibrantes já vistos. Me apaixonei por todas! Espero que vocês também, e que essa ação de Helena motive a cada um que ler, a fazer o mesmo: Adotar, dar um lar e amor a esses animais fantásticos!

____________________________________________________________________________________________

Nesse relato Alineh conta como adotou Teodora através de uma ong,: http://www.focinhodeluz.com (contato@focinhodeluz.com) e fala um pouco da história dessa cadelinha super alegre! Mais uma história que envolve amor, doação e cidadania consciente! Venha conferir.

___________________________________________________________________________________________

Victoria e seu gato Edinho. Victoria a principio iria ficar com Edinho até outras pessoas adotarem, mas o jeito dócil cativou todos da sua família e a própria. Nesse vídeo Victoria conta toda a historia do inicio do resgate até a adoção.

____________________________________________________________________________________________

Essa história é a de Simba, um cachorro que foi resgatado na porta de um supermercado famoso na zona sul de Belo Horizonte, o Verde Mar, pela sua atual dona Vivi. Esse material foi enviado pelo pai de Vivi, o senhor Luiz, que conheci ao vê-lo passear ao lado do cão. Durante o vídeo é possível ver o carinho e a preocupação que Vivi tem com Simba, e a conquista da confiança do cãozinho, até seu resgate e adoção. Uma história que ficou na memória de todos que ali passaram.

____________________________________________________________________________________________

Essa história é de Rosângela e sua cadela Bela. No vídeo é possível verificar como Bela está feliz e em um lar onde ela é amada. Durante a filmagem que fiz, Bela não gostou muito da minha presença, e ficou desconfiada praticamente todo tempo, latindo para mim. Foi explicado que a cadela assim reage com homens, pois sua mãe enquanto grávida fora muito maltratada por homens. Difícil não perceber a sensibilidade dos animais, e como eles podem nos ensinar dignidade, fidelidade, honra e gratidão. Detalhe: Rosângela faz parte do 4 Patas Dog Walker, (@4patasdogwalkerbh) Instagram e Facebook.

____________________________________________________________________________________________

História de Juliana, que resgatou Fred e hoje ele segue adotado por ela, numa convivência repleta de alegria, superação e travessuras.

______________________________________________________________________________

No próximo relato temos Bernardo que vive nos EUA e conta como salvou seu cachorro Chiquinho de sofrer eutanásia em um abrigo. A eutanásia é prática comum e garantida por lei dentro dos abrigos americanos. Segundo relatos, a população americana pensa ser mais correto sacrificar os animais do que mantê-los presos em abrigos. Grande parte desses abrigos coloca anúncios dos animais para serem adotados, mas mesmo assim, não impede de grande parte serem sacrificados. Para mim é estranha essa postura, pois as leis americanas são bastante rígidas com relação aos maus tratos com animais, porém, não consideram maus tratos o sacrifício de animais saudáveis que podem ser adotados um dia.

Sobre Josué Júnior (544 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

1 comentário em      Resgatando patinhas

  1. Angela Freire // 27/10/2020 às 2:56 am // Responder

    Obrigada pelo carinho com os anjinhos peludos.
    Pretinha agradece

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: