O que acontece em Cuba não fica mais em Cuba.

Fica evidente a insatisfação de Juan quando afirma que a revolução não trouxe o progresso, e nem o bem estar para o seu povo que tanto sofre por causa de um regime falido,

Dozens of people during demonstration i in support of the protests in Cuba, in front of the Cuban embassy in Spain, on July 12, 2021, in Madrid (Spain). fo to support the protests that have been taking place since Sunday against the government of Miguel Diaz-Canel in the main Cuban cities. (Photo by Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images)

       

Dia 25 de julho o artista plástico Yotuel Romero, convida a todos para um ato público em Madri, em apoio aos manifestantes cubanos.

SOS Cuba é um grito direcionado para o mundo do que está acontecendo na ilha. Não preciso dizer que a revolução cubana já se foi a muito tempo, e com ela as promessas de uma vida melhor, pois hoje Cuba está vivendo num grande deserto onde falta tudo, e o partido que domina Cuba nunca entregou o que prometeu nessa pandemia, deixando os cubanos à mingua. A pandemia evidenciou essa situação e a fez piorar.  

Jornalistas do DIARIO DE CUBA puderam constatar que as máscaras cirúrgicas descartáveis ​​não são vendidas, na verdade nunca foram vendidas nas farmácias da ilha, ou em qualquer estabelecimento do país. As máscaras cirúrgicas que são vistas nas ruas da Ilha vêm do exterior, e o número de máscaras que chegam aos hospitais para pacientes e profissionais de saúde é ínfimo, sendo que nenhuma loja da cidade tem este produto à venda. Os cubanos comuns tiveram que se contentar com máscaras caseiras, cuja eficácia não pode ser determinada cientificamente.  Diante do medo do contágio das cepas mais perigosas de Covid-19 que circulam em Cuba há meses, temos, dentre elas, as mais contagiosas – Delta e Delta Plus.

Linkezine conseguiu um depoimento de Juan, um refugiado cubano que vive no Brasil a vinte anos.

Depoimento de Juan

Fica evidente a insatisfação de Juan quando afirma que a revolução não trouxe o progresso, e nem o bem estar para o seu povo que tanto sofre por causa de um regime falido, que ficou no passado e que o mundo não reconhece mais. Hoje vivemos uma social democracia e vivemos em um mundo globalizado, onde a troca de informações e vivências são essências.

Viva o povo cubano! Viva a liberdade!  Que no dia 25 de julho 2021 os cubanos possam gritar bem forte para o mundo.

                                   Liberdad!    

Sobre Josué Júnior (590 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: