Afeganistão e a volta do Talibã

Mulheres do Afeganistão sendo apagadas pela chegada do Talibã. A imagem é impactante e verdadeira, comprovada pelos relatos que chegam…

Instagram: @linkezine

                           

A semana começa com o mundo em choque. As imagens que viajam os quatro cantos do mundo são aterradoras. Pessoas correndo ao aeroporto de Cabul, se atirando contra a fuselagem de um avião, na tentativa de fuga. A cena é aterrorizante! Assim que o avião levanta voo, corpos são vistos caindo do alto. Um deles era do jogador Zaki Anwari, de 19 anos, com passagens pela seleção de base do Afeganistão.

Foto:

Instagram : @linkezine

Outra cena que rodou o mundo foi a imagem de uma família entregando seu bebê a um soldado americano. Felizmente, esta família reencontrou a criança tempos depois. Essas cenas são recorrentes, com barreiras do Talibã dificultando a saída de pessoas de Cabul. A cada dia um relato diferente de intolerância e violência. A artista e fotógrafa, Boushra Almutawakel, natural do Iémen, produziu essa imagem:

Foto

Instagram : @linkezine

Mulheres do Afeganistão sendo apagadas pela chegada do Talibã. A imagem é impactante e verdadeira, comprovada pelos relatos que chegam, imagens de mulheres pintadas nas paredes das ruas começam a ser cobertas por tinta; professores se despedindo de suas alunas devido à proibição de que meninas frequentem escolas no regime do Talibã, entre outras situações extremistas. Essas são apenas algumas medidas que já foram implementadas. A burca, veste feminina tipicamente mulçumana, também já começa a ser vista em alguns lugares de Cabul, além do aumento da violência contra as mulheres.

Uma entrevista realizada pelos representantes do Talibã, num primeiro momento levava a crer que o grupo governaria de forma diferente ao do passado, gerando desconfiança e incertezas. Tais promessas não demorariam vinte quatro horas para se materializarem em agressões à população, perseguição aos jornalistas e as mulheres, e a qualquer pessoa que se insurgir contra o novo regime.

Os Estados Unidos, como potência mundial que representa, deveria fazer o seu papel e facilitar a saída das pessoas que assim desejar. O Afeganistão é um país pobre que teve uma ocupação militar dos Estados Unidos, por vinte anos. Um país com força econômica baseada na agricultura, com muitos camponeses trabalhando e mantendo sua fonte de renda na plantação de papoula, utilizada como base da produção de heroína. Não é à toa que o Afeganistão produz noventa por cento da heroína do mundo e que tal produção garante a sobrevivência de muitos agricultores.

Outra questão importante são as tribos que detém poder econômico e militar. Os cientistas políticos analisam essa parte de uma forma cética e acreditam que o Talibã terá muita dificuldade em governar devido as tribos e aos corruptos, que enriqueceram, enchendo os bolsos de dinheiro, durante os vinte anos de ocupação dos Estados Unidos e agora sozinhos, tentam se reorganizar e representam um perigo eminente ao Talibã. Biden decidiu deixar o Afeganistão propagando que o povo afegão não os queria lá e por isso, continuar em solo afegão poderia gerar uma guerra civil. Seu antecessor, Trump, realizou um acordo que entregaria o Afeganistão em primeiro de Maio de 2021, e esse acordo foi estendido na gestão Biden. Seu descumprimento geraria um novo embate bélico territorial e para muitos, Biden virou as costas para um povo pobre e carente; mas para outros, ele evitou o pior. Onde está a verdade? Ninguém sabe! O que se tem de certo é a volta de um regime que maltrata e humilha seu povo. O futuro é incerto para o povo afegão e posso afirmar que eles terão dias muitos sombrios. O que nos resta é esperar os próximos passos desse novo governo fatídico.      

Sobre Josué Júnior (528 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Designer, é proprietário do site de conteúdo Linkezine , @linkezine . Dentro do site abaixo é possivel ver um pouco da atuação da Arte Foto Designer no mercado : https://www.omnistore.net.br/

3 comentários em Afeganistão e a volta do Talibã

  1. I am so grateful to people around the world for reporting the truth about Afghanistan. Joe Biden and the Democratic Party in America are trying to minimize the damage and blame President Trump, who had nothing to do with this disaster. The liberal media continues to lie and report propaganda, not truth.

    Curtir

  2. O futuro
    somos todos nós pessoas
    através de nossa ganância
    e o implacável
    reivindicação
    em poder de dinheiro e influência
    no fio da navalha

    Curtir

  3. Nossa, o que acontece com o mundo? Para todos os lados há retrocessos. Em pleno século XXI há pessoas que nos querem de volta ao século VII e não se envergonham de dizer isso, pelo contrário, o fazem com uma absurda naturalidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: