Vai vendo, Brasil!!!

Que a semana comece e traga um setembro de boas novidades e boas energias…

Instagram : @linkezine

Esse é o bordão usado pelo Senador Marcos Rogério (DEM/RO) para chamar a atenção de algum fato que para ele é relevante. Governista de carteirinha, seus comentários estão sempre fora do tom, desconexos da realidade apresentada nas oitivas, parecendo que o Senador vive num mundo à parte da CPI. Por essa razão, nesta semana, esse bordão foi o mais utilizado pelos Senadores oposicionistas ao governo, ironizando os convidados das oitivas do dia. Como o Senador Omar Aziz e o Senador Randolfe Rodrigues propagaram: Vai vendo Brasil!

Foi uma semana agitada, com três depoimentos. O primeiro, do empresário Emanuel Catori que pouco acrescentou, apenas sugeriu mais três nomes a serem investigados e confirmou que conhecera o deputado Ricardo Barros.

No dia seguinte, o depoimento foi do diretor do FIB Bank, Roberto Pereira Ramos Júnior, com uma fala irritante a ponto dos Senadores apostarem na ironia. No final da oitiva, o depoente foi alertado pela Senadora Soraya Thronicke da possibilidade de ser detido.

Vejamos o vídeo:

CPI da COVID, dia 25/08/2021

O terceiro depoimento foi ainda pior, com José Ricardo Santana e sua falha memória. Porém, o ápice da oitiva foi o Senador Omar Azis depondo como se fosse o próprio José Ricardo Santana, vejam o vídeo abaixo:  

CPI da Covid 26/08/2021

A CPI da Covid avança e aproxima-se do fim, com muitas questões já definidas e algumas poucas a concluir. O relator, Senador Renan Calheiros, já possui uma vasta documentação pronta para esta conclusão.

A semana seguiu com outros assuntos importantes em pautas, sendo um deles a votação no STF (8 a 2), garantindo a autonomia do Banco Central (BC). Este é um projeto, de autoria do Senador Plínio Valério do PSDB, que garante estabilidade jurídica, colocando o BC entre as economias modernas do Mundo.

Senador Plínio Valério:    

Uma pauta positiva para o Banco Central e que eleva o Brasil a uma economia contemporânea, uma vitória do Senador Plinio Valério (PSDB). Por outro lado, Paulo Guedes, ministro da economia, dispara em coletiva que não vê nada demais o brasileiro pagar um pouco além, na conta de luz. Pelo visto esqueceu da gasolina, da cesta básica, do aumento do dólar, do desemprego, entre outras situações que complicam a vida do cidadão. Este vídeo fala por si.

Paulo Guedes:    

Paulo Guedes costuma difundir que a economia brasileira vem progredindo, aliás ele fala aos quatro ventos que a economia brasileira está bombando! Mas não é isso que presenciamos no nosso dia a dia, sobreviver está cada dia mais complicado. Mas, complicado mesmo é o julgamento do marco temporal; para quem não sabe o marco temporal é uma tese jurídica que busca restringir os direitos constitucionais dos povos indígenas. Nessa interpretação defendida por ruralistas e por setores interessados na exploração das terras tradicionais, os povos indígenas só teriam direito à demarcação das terras que fossem de sua posse registradas até o dia 5 de outubro de 1988. Por esta razão, mais de 6 mil índios de diversas tribos se organizaram, montaram um acampamento e realizarão uma vigia até o dia do julgamento.    

Marco Temporal 1

Marco Temporal 2

A semana encerra com o acampamento montado e o julgamento adiado para o dia 01/09/21. A expetativa é que, dessa vez, o julgamento cesse de forma favorável à comunidade Xokleng, colocando de vez uma pedra nesse processo que visa transformar a vida dos povos indígenas, em um inferno sem precedentes. Que a semana comece e traga um setembro de boas novidades e boas energias.   

Sobre Josué Júnior (563 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: