Caso Henry Borel, dia 9/02/22

Enquanto isso, o pai de Henry acredita num único caminho para a justiça, que seria o júri popular…

Foto : Josué Junior

No dia de hoje, a audiência do Caso Henry iniciou com o objetivo de ouvir Jairo Souza Santos Junior, mais conhecido como Dr. Jairinho e Monique Medeiros Costa e Silva, mãe do menino Henry. A estratégia dos advogados de Jairo Sousa Santos Junior foi pedir mais tempo, para confrontar a perícia. Segundo a bancada de advogados liderada pelo Dr. Lucio Adolfo, com consultoria da Dra. Flávia Fróis é preciso tal confronto para que a verdade venha à tona. No plenário, Dr. Jairinho deixou claro que só iniciaria seu depoimento após o confronto da perícia, mediante essa afirmativa, a juíza informou que a perícia seria realizada no momento oportuno e como o réu não deporia, sua participação em plenário seria encerrada. Dessa forma, sem falar, Dr. Jairinho assinou seu depoimento e foi retirado da sessão, mantendo a estratégia de seus advogados. Dr. Lucio Adolfo é um advogado mineiro, especialista na área criminal e a Dra. Flavia Fróis, também criminalista, teve como clientes Marcinho VP e Fernadinho Beiramar, entre outros traficantes presos. Já deu para perceber quem são os advogados representantes de Dr. Jairinho, profissionais extremamente experientes e preparados para esse caso.

Antes de começar a sessão, um grupo de mães e pais fizeram uma manifestação para pedir que o julgamento fosse a júri popular.        

Grupo Mães do Brasil

Esse pedido também é feito pelo pai de Henry.

Com a saída do Dr. Jairinho, deu-se início ao depoimento de Monique e a imprensa, antes proibida pelos advogados do réu de gravar áudio, vídeo ou tirar fotos, pode trabalhar sem censura. Monique, em seu relato, ressaltou que sua imagem fora arranhada pela mídia e pediu um tempo para realizar uma apresentação pessoal. Com a permissão da Juíza Elizabeth Machado Louro, Monique inicia seu depoimento falando de sua vida, um pouco da família, do início e fim do seu casamento. Ressalta como era uma mãe presente na vida do menino Henry.

O áudio a seguir traz um trecho do momento em que ela relata os primeiros problemas enfrentados com Dr. Jairinho.

Vídeo: Monique Medeiros

Monique, durante seu depoimento, afirmou algumas vezes que seu novo companheiro era bipolar, que sua variação de humor era absurda. Ela repetiu, algumas vezes, como Jairinho era difícil e amável.

Enquanto isso, o pai de Henry acredita num único caminho para a justiça, que seria o júri popular.

Vídeo do Pai Leniel:

Linkzine, seguirá cobrindo esse caso até que a justiça seja feita e que a verdade seja apresentada ao júri Popular.  

Sobre Josué Júnior (636 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

2 comentários em Caso Henry Borel, dia 9/02/22

  1. Bom dia querido, tenha um bom dia 😊

  2. Absurdo….mais uma vergonha !!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: