Mrs. Jones nos tempos de hoje

Mrs. Jones nos tempos de hoje

 

Uma das coisas que gosto de fazer para me divertir em um dia comum e enfeitar a rotina é cantar enquanto dirijo. Dia desses, minha sessão de “karaokê drive” foi interrompida quando me deparei com o conteúdo da canção que acompanhava no rádio:

Meeeeeeee… aaaaaaand Mrs…. Mrs. Jones…

Mrs. Jones Mrs. Jones Mrs. Jones…

We’ve got a thing going on…

Lá lá lá… Lá lá lá…

She’s got her own obligations and sooooo do I!

Então, minha atenção foi fisgada e mergulhei em meus pensamentos…. O contexto destacado na música não é mais uma imposição como em outras épocas. Felizmente, as convenções sociais estão sendo reconstruídas progressivamente.

A diversidade referente à forma de se relacionar se apresenta cada vez maior na medida em que o preconceito é confrontado com coragem pelos que expõem seu modo de perceber e ser no mundo, fortalecendo esta corrente que agrega e, por esta razão, liberta. Partindo do princípio de que o amor busca a união, a começar consigo mesmo, o modo como ele se manifesta não importa.

Viver autenticamente exige uma estrutura egoica fortalecida para lidar com as ameaças de discriminação, rejeição e abandono. Por outro lado, desvela um mundo de possibilidades de comunhão ao que é essencialmente verdadeiro.

Ainda temos muito a avançar e paradigmas a ressignificar, mas Mrs. Jones certamente teria hoje a oportunidade de escolher viver o amor à luz da sua vontade, sem ser criminalizada, mesmo a contragosto de muitos.

Bons tempos os de hoje!

Sobre Gisele Faria (9 artigos)
Psicóloga (CRP 05/37984), formada desde 2006 pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUCGoiás), e Terapeuta Complementar, formada e pós-graduada em Acupuntura pela Associação Brasileira de Artes e Ciências Orientais (ABACO) e pela Escola Nei Jing (Centro de Estudos e Desenvolvimento em Medicina Tradicional Oriental), no Rio de Janeiro, desde 2012. Atende adolescentes e adultos em consultório particular na Freguesia Jacarepaguá, Rio de Janeiro. Ama o que faz e faz o que ama, atuando na área da Psicologia Clínica e das Terapias Complementares, dentre elas a Acupuntura, Massagem Clínica, Terapia Floral, Reiki, Cromoterapia. Entende o estudo e aperfeiçoamento das práticas clínicas como uma necessidade continua, por isso busca sempre se atualizar. Percebe o mundo pela visão Transpessoal, que compreende o ser humano como um ser biopsicossocial e espiritual, em busca da realização material através da realização espiritual. Alimenta o blog bem-se-quer.blogspot.com e a página do Facebook Bem-Se-Quer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: