Tênis! Mais que um acessório

 

Quando se pensa em atividade e principalmente em exercício pensa-se logo em um par de tênis.

Daí vamos numa loja especializada no ramo e lá estamos diante de um universo enorme de calçados, cada um mais moderno que outro, e um vendedor louco para abocanhar o seu percentual numa boa venda. Daí sabem o que ele faz? Te oferece mundos e fundos sobre um modelo de calçado que talvez esteja distante da adequação para o tipo de exercício que você vai praticar, porém pra ele, além da venda o mesmo quer te empurrar o calçado onde a comissão dele será melhorada. Sendo assim me propus a dar algumas pequenas dicas para que se satisfaçam na compra e na escolha.

Em primeiro lugar você precisa saber qual é o seu tipo de pisada ? Certo? ERRADO!!  Existe realmente os três tipos a pronada, supinada e a neutra, porem não significa que não tendo o tênis adequado a sua pisada você deva ir descalço para casa ou para a prática da atividade física.

Running

Julgo que feita as escolhas das ou da atividade a qual você vai participar já começam as tuas opções e escolhas; todavia vou ficar restrito apenas no universo da corrida nesta edição tendo em vista que é um tipo de atividade onde cada vez mais e mais pessoas estão se tornando adeptos. Assim, sendo a corrida na maioria das vezes praticada em um ambiente externo, ao ar livre, devemos ficar atentos a simples detalhes nos calçados para uma pratica sem surpresas.

O tênis de corrida para que tenha uma boa absorção de impactos deve possuir apenas borracha em seu solado, elementos plásticos, metálicos, molas, bolhas de ar, são de certa forma dispensáveis no caso de um bom calçado de corrida. Essa borracha não deve estar restrita apenas aos calcanhares mas sim em toda a superfície inferior do calçado com as devidas adequações tecnológicas.

O tênis depois de utilizado deve ser posto em um ambiente arejado, preferencialmente exposto ao sol para que a borracha seja novamente dilatada e pronta pra ser pisoteada novamente com performance, deve pelo menos permanecer inutilizável por 24 horas antes de ser usado novamente.  Você pode saber qual é a sua pisada realizando um teste caseiro: Molhe a sola do pé e caminhe sobre uma folha de papel qualquer e compare o desenho feito na folha para saber qual é a sua pisada.

Se sua pisada for neutra às áreas molhadas no papel serão mais uniformes. Se você tiver uma pisada pronada toda à área que o seu pé tocar ficará molhada, indicando que você tem um pé plano. Na pisada supinada às áreas mais molhadas serão as do calcanhar e a da ponta do pé, o que mostra que você possui um pé cavo.

pisada-pronada-artigo

Cada um desenvolve uma pisada devido algumas características anatômicas como disposição dos joelhos, o angulo formado pelo quadril, a flexibilidade de articulações, o equilíbrio muscular e principalmente o tipo de pé da pessoa. A ortopedia classifica os pés de três formas: Pé normal; Pé Plano e Pé Cavo.

Os fabricantes de tênis para corrida têm modelos ideais para cada tipo de pisada e de pé. Usar o calçado correto pode evitar problemas que vão desde lesões leves, como calos e bolhas, lesões ósseas, como fratura por estresse, e até problemas crônicos como as tendinites. Portanto quando for comprar o seu tênis solicite ao vendedor um tênis adequado a sua pisada e torça para que ele realmente saiba disso e não te engane, sua saúde vai agradecer.

Anúncios
Sobre Wanderson de Souza (16 artigos)
Formação: Professor de Educação Física Especialização: Treinamento esportivo e Personal Training Contatos: Email: wandersonbrc@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: