ONG Paraíso dos Focinhos

ONG Paraíso dos Focinhos, idealizada em 2012 pela empresária Hanriette Soares, é uma organização sem fins lucrativos que resgata, protege e trata os animais de rua os preparando para a adoção no Rio de Janeiro. A ONG conta com o apoio de famosos como a atriz Paolla Oliveira, Alexia Dechamps, o ator Daniel Rocha e Frejat, vocalista do Barão Vermelho como madrinha e padrinhos da campanha. Com a Campanha, o Paraiso dos Focinhos pretende conseguir um lar fixo para os 300 animais que hoje se encontram na ONG. E isso será possível com as campanhas de adoção e apadrinhamento previstas para o ano de 2018. Ao longo deste ano serão realizadas feiras de adoção em Pet Shops parceiros. A terceira feira de adoção de 2018 acontecerá, dia 28 de abril (sábado), das 10h às 16h, no Petz Barra Américas. O evento vai disponibilizar cerca de 100 animais entre cães e gatos para adoção. Os candidatos devem ser maiores de 18 anos e estarem com RG, CPF e comprovante de residência.

Já para aqueles que gostam de animais de estimação, mas não podem ter um em casa, existe a opção de apadrinhamento. Com R$ 100/mês você ajuda nos custos fixos com vacinas, ração e consultas de rotina. Ao se tornar padrinho ou madrinha de um pet você recebe informações e fotos do seu afilhado por e-mail! Quando tiver um tempo livre, pode visita-lo também. Para ser padrinho ou madrinha de um animalzinho faça seu cadastro no site: www:paraisodosfocinhos.com.br/pages/quero-ser-madrinha

 Paraíso dos Focinhos - Paolla Oliveira (6)

Como presidente da ONG, Hanriette Soares acompanhou inúmeros casos de animais resgatados pelos voluntários da ONG, que foram cuidados e preparados para adoção.  Um caso recente que marcou a empresária foi o resgate do Guerreiro Junior. O cãozinho que foi abandonado pela família com quem morava há alguns anos, foi encontrado atropelado, com suas patinhas traseiras quebradas e dentro em um valão. Muito debilitado e triste, o Guerreiro Jr. Foi levado até a ONG, onde foi tratado e ainda se encontra disponível para adoção.

“ É triste, mas histórias de abandono e maus tratos com os animais são mais comuns do que se imagina. Mas por outro lado, também encontramos pessoas de coração bom, que dedicam seu amor, tempo e recursos financeiros para a causa. Aqui na ONG o número de animais resgatados, que foram cuidados e encaminhados para um lar através das nossas campanhas de adoção em 2017, foi cerca de 220”.

Atualmente a ONG com sede em Barra de Guaratiba, no Rio de Janeiro, abriga mais de 300 animais com históricos de maus tratos, abandono e zoofilia, econta com a ajuda de voluntários no resgate, tratamento, alimentação, higiene e cuidados veterinários de cães, gatos e até cavalos, para deixá-los 100% saudáveis e prontos para serem recebidos em um novo lar. O local é mantido apenas através de doações de seus patrocinadores e colaboradores.

 

Paraiso dos Focinhos - Paolla Oliveira com o cão Paollo

Perfil de Hanriette Soares, coordenadora da ONG Paraíso dos Focinhos.

Hanriette Soares, mais conhecida como Hanri, é jornalista com 30 anos de experiência na área de comunicação, possui MBA em Marketing e Marketing de Serviços, especialização em Mídias Sociais, é empresária, diretora da Mark Comunicação e Marketing e sócia do Club Franchise. Além de tudo isso, ela ainda tem tempo de fazer o bem: Hanriette é também a presidente da ONG Paraíso dos Focinhos.

“Sempre tive o sonho de fazer algo para ajudar uma causa! Eu amo animais, então trabalhar no Paraíso dos Focinhos é pra mim um grande prazer”, afirma Hanriette, que está lutando pela causa há quatro anos.

O Paraíso dos Focinhos é uma organização sem fins lucrativos que foi criada para resgatar, proteger, tratar e amar cães e gatos de rua. Hoje, a ONG abriga cerca de 300 animais com histórico de zoofilia, maus tratos, abandono e até baleados.  A organização ainda trabalha na recuperação dos animais da Casa Diolanda, um abrigo que não tem recursos e condições físicas para mantê-los.

No Paraíso, além de presidente, Hanriette é a responsável pela administração da organização, envolvendo-se tanto com a parte de comunicação e marketing, assim como na captação de capital para investimento no local e com os seus pequenos, dóceis e brincalhões habitantes.

Sobre Josué Júnior (397 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Designer, é proprietário do site de conteúdo Linkezine , @linkezine . Dentro do site abaixo é possivel ver um pouco da atuação da Arte Foto Designer no mercado : https://www.omnistore.net.br/

5 comentários em  ONG Paraíso dos Focinhos

  1. Boa tarde viajo de trem todos os dias e avistei na estação de paciência um cão que caiu nas mediações da passarela dentro da estação de trem já está ali a dias pelo lado que não passa o trem subida do outro lado da estação ele fica agoniado vendo outros cães na estação e não tem como subir por conta que e muito alto o plataforma .pessoal ajuda para resgata lo.ele e amarelo.

    Curtir

  2. Maria De Fátima de castro figueira // 30/08/2019 às 10:41 am // Responder

    Parabéns a ONG Paraíso fucinhos!!
    Assisti na Globo hoje.
    Eu e minha irmã adoramos um gato de rua que teve o maxilar quebrado por agressão. Foi operado e hoje está muito bem. Foi colocado um fio de metal para prender o maxilar. O resultado está ótimo.

    Curtir

  3. Olá bom dia,meu nome é Edir estou a passeio aqui no Rio sou de outro estado, estou aqui em Guaratiba e no quintal do vizinho tem um cachorro amarrado numa corda,e lá fica sem água e sem comida na maioria das vezes, chove e o coitado fica na chuva,está muito magro ,com ferimentos nas patas onde ele fica é pura lama e sujeira,falei com a mulher e,ela disse que ñ é dela o cachorro, era de um ex companheiro dela,ela autorizou doação do animal,mas eu ñ posso adotar,não moro aqui,será que vcs teriam um cantinho pro coitadinho, acho que ele perdeu a esperança de viver livre .
    Desde já te agradeço.
    Se tiverem condição entra em contato comigo pelo meu email, por favor.

    Curtir

    • Josué Júnior // 14/01/2020 às 7:06 pm // Responder

      Boa tarde Edir, é preciso que a pessoa leve, ou alguém leve, o animal até uma veterinária, lá eles tem condições de encaminhar o animal para uma instituição. No seu relato o bicho está sofrendo, isso configura maus tratos se você quiser denunciar para a Delegacia de proteção aos animais, o telefone é esse : 21- 2253-1177 DPMA , essa delegacia pode resgatar esse cachorro, basta ligar e relatar o ocorrido. Espero ter ajudado

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: