Cidade partida

 

Rio de Janeiro 4 de Outubro de 2019, dois eventos acontecendo. Sendo o primeiro evento, o Rock in Rio, onde uma multidão de pessoas celebra a música, a amizade, a vida. Já do outro lado da cidade começando uma guerra onde uma multidão de trabalhadores ficam ilhados e em pânico esperando a guerra passar. Uma guerra urbana, uma guerra covarde para o cidadão de bem, no confronto entre o Chapadão e a Pedreira. Este contabilizou o saldo negativo de sete ônibus queimados, vários baleados e três mortos. Essa foi a informação oficial da polícia, e não se tem muito o que escrever sobre o assunto que é recorrente dentro dessa cidade. Só temos a lamentar e pedir mais segurança, algo que já é batido mas vale sempre lembrar o abandono em que todos os cidadãos do subúrbio carioca vive.

Enquanto o som das rajadas das armas potentes ecoava no Chapadão, o Rock in Rio continuava sua rotina de shows e diversão, aliás como já dizia os Titãs: “Diversão é a solução sim!”, se algum repórter fizesse está pergunta, “Você sabe o que está acontecendo agora no Chapadão e na Pedreira?”, para alguém do festival, tenho certeza que ninguém saberia responder. Caso o repórter falasse para o entrevistado que estaria acontecendo uma guerra de facções, a resposta seria, “Infelizmente vivemos em uma cidade perigosa!”. Com essa frase resumida o entrevistado voltaria para o festival e seguiria sua vida. Só existe revolta para quem vive o problema e não para o outro que está vivendo o oposto. Parte das pessoas que moram na zona sul carioca, não sabe o que é violência, pois lá ela não chega com a mesma intensidade que chega no subúrbio, e quando chega, toma conta com grande velocidade as manchetes dos jornais gerando uma comoção, e uma rapidez para o solução dos problemas. Repito, se toda a cidade fosse à porta do Palácio Guanabara para exigir os direitos, sendo uma só voz, seriamos uma só cidade. Tenho certeza que essa força iria começar a mudar a política do nosso estado. Os políticos tem medo do povo!

Juntos somos fortes!

Sobre Josué Júnior (281 artigos)
Josué Júnior, carioca, fotógrafo profissional pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Há mais de dez anos no mercado fotográfico com ênfase em moda e publicidade. Atualmente fotografa para o site Versão Masculina, especializado em comércio de produtos masculinos. Em sua empresa Arte foto Designer, desenvolve seu trabalho autoral, que pode ser apreciado na sua pagina : www.facebook.com/fotosjosuejunior?ref=bookmarks ,ou em seu Instagran .https://www.instagram.com/josuelbjr/

2 comentários em Cidade partida

  1. PAULO ROBERTO AGUIAR DA SILVA // 08/10/2019 às 3:50 pm // Responder

    Vdd Júnior !!!
    Concordo plenamente com o seu comentário.
    Precisamos exercitar a nossa empatia, precisamos nos unir,para que de alguma forma possamos minimizar os nossos sofrimentos, diante de toda situação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: