Cidade partida

 

Rio de Janeiro 4 de Outubro de 2019, dois eventos acontecendo. Sendo o primeiro evento, o Rock in Rio, onde uma multidão de pessoas celebra a música, a amizade, a vida. Já do outro lado da cidade começando uma guerra onde uma multidão de trabalhadores ficam ilhados e em pânico esperando a guerra passar. Uma guerra urbana, uma guerra covarde para o cidadão de bem, no confronto entre o Chapadão e a Pedreira. Este contabilizou o saldo negativo de sete ônibus queimados, vários baleados e três mortos. Essa foi a informação oficial da polícia, e não se tem muito o que escrever sobre o assunto que é recorrente dentro dessa cidade. Só temos a lamentar e pedir mais segurança, algo que já é batido mas vale sempre lembrar o abandono em que todos os cidadãos do subúrbio carioca vive.

Enquanto o som das rajadas das armas potentes ecoava no Chapadão, o Rock in Rio continuava sua rotina de shows e diversão, aliás como já dizia os Titãs: “Diversão é a solução sim!”, se algum repórter fizesse está pergunta, “Você sabe o que está acontecendo agora no Chapadão e na Pedreira?”, para alguém do festival, tenho certeza que ninguém saberia responder. Caso o repórter falasse para o entrevistado que estaria acontecendo uma guerra de facções, a resposta seria, “Infelizmente vivemos em uma cidade perigosa!”. Com essa frase resumida o entrevistado voltaria para o festival e seguiria sua vida. Só existe revolta para quem vive o problema e não para o outro que está vivendo o oposto. Parte das pessoas que moram na zona sul carioca, não sabe o que é violência, pois lá ela não chega com a mesma intensidade que chega no subúrbio, e quando chega, toma conta com grande velocidade as manchetes dos jornais gerando uma comoção, e uma rapidez para o solução dos problemas. Repito, se toda a cidade fosse à porta do Palácio Guanabara para exigir os direitos, sendo uma só voz, seriamos uma só cidade. Tenho certeza que essa força iria começar a mudar a política do nosso estado. Os políticos tem medo do povo!

Juntos somos fortes!

Sobre Josué Júnior (562 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

2 comentários em Cidade partida

  1. PAULO ROBERTO AGUIAR DA SILVA // 08/10/2019 às 3:50 pm // Responder

    Vdd Júnior !!!
    Concordo plenamente com o seu comentário.
    Precisamos exercitar a nossa empatia, precisamos nos unir,para que de alguma forma possamos minimizar os nossos sofrimentos, diante de toda situação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: