O Juiz que virou réu

Poderia começar este artigo com “Era uma vez um Juiz Federal que sonhava ser Presidente da República, seu nome: Wilson Witzel!”. Bem, só até aqui vai esse “Once upon a time

Poderia começar este artigo com “Era uma vez um Juiz Federal que sonhava ser Presidente da República, seu nome: Wilson Witzel!”. Bem, só até aqui vai esse “Once upon a time”, embora sua eleição tenha sido um roteiro de fantasias, quase inacreditável, foi real e precisamos ter esta história contada e recontada para que ninguém esqueça como Wilson Witzel derrotou Eduardo Paes.

Paes tem uma carreira política, uma história gigante na cidade do Rio de Janeiro, com um legado de obras deixadas pelas Olimpíadas e só isso já seria o suficiente para garantir sua vitória nas eleições para o Governo do Estado. Paes era o candidato quase imbatível, repito, quase, pois no meio do caminho, o candidato mantinha ligações de amizades entre os antigos mandatários do Rio de Janeiro, como o ex-Governador Sergio Cabral, que era detento em Bangu; seu ex–vice Governador e posteriormente Governador Luiz Pezão, que hoje cumpre prisão domiciliar no município de Piraí. Além dessas ligações existem outras asseguradas por Eduardo Paes, como a do ex-Presidente Lula e da ex-presidente Dilma. Eduardo Paes é assim, vive acendendo vela para vários santos.

Já Witzel, um ex-juiz federal que não tinha história na política, sem presença na mídia, consegue visualização ao longo dos debates para candidatos. Durante os confrontos diretos entre Romário e Paes, a imprensa volta sua atenção a Witzel e suas ideias de uma nova política, com frases de impacto e discursos construídos nada naturais. Mas já estava claro que ele falava, o que o povo realmente queria ouvir. Quando Witzel subiu nas pesquisas e ameaçou Romário, na primeira oportunidade, o Senador o chamou de frouxo, por suas atitudes enquanto juiz federal em Vitória. Em outro momento, que passou despercebido, Paes cita o pastor Everaldo como mentor de Witzel, era e continua sendo seu mentor. O Pastor Everaldo era uma figura oculta até aquele momento e passou sem ser visto, mas pouco explorado pelos candidatos. Esta figura por trás de Witzel caracteriza a velha política tão combatida em seus discursos para iludir os eleitores. Com isso Witzel vence Paes, aliado ao discurso da Nova Política, prometendo varrer a corrupção do Palácio Laranjeiras.

O resultado, não preciso explicitar, pois todos sabem que o próprio foi varrido do Palácio de Laranjeiras, pela Policia Federal.

Witzel seguiu o mesmo roteiro dos antigos mandatários, com participação até de sua esposa que se utilizou do mesmo sistema que Adriana Anselmo, ex-esposa de Cabral, desfrutou para lavar o dinheiro da corrupção. Pessoas como Witzel, Crivella, Cabral e tantos outros, que iludem o povo com falsas promessas, estão promovendo um retrocesso para a cidade do Rio de Janeiro, que teve desde Garotinho todos seus Governadores presos, ou citados em algum processo de corrupção. É inacreditável essa desfaçatez que os políticos cariocas tem feito com o estado. 

Outra história antiga mas que vale a pena ser lembrada é a venda do banco do estado do Rio de Janeiro, BANERJ, que até hoje o secretário estadual de Fazenda, Marco Aurélio Alencar, filho do falecido ex-governador Marcelo Alencar, não esclareceu como foi realizada.  De forma parecida segue a CEDAE, virou moda justificar a privatização para o pagamento de dívidas.  Quem vai pagar a conta?  Somos nós!  O povo!  Esperando 2022 para que dessa vez consigamos ter candidatos à altura do Estado que tanto traz alegrias para um povo acolhedor como o carioca.                     

Sobre Josué Júnior (447 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Designer, é proprietário do site de conteúdo Linkezine , @linkezine . Dentro do site abaixo é possivel ver um pouco da atuação da Arte Foto Designer no mercado : https://www.omnistore.net.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: