Tônia, a Diva no espelho

Tônia Carrero (1922-2018). Nesse derradeiro espetáculo, a atriz espelha com o público momentos decisivos de sua vida e carreira….

                                

A trajetória da atriz Tônia Careiro, foi objeto de pesquisa do roteirista Guilherme Gonzalez, que conta com uma vasta experiência textual como cronista e diversos filmes de curtas-metragens pelos quais já foi indicado e venceu prêmios do setor. A biografia romantizada a partir de depoimentos e da trajetória da grande dama do teatro Tônia Carrero (1922-2018). Nesse derradeiro espetáculo, a atriz espelha com o público momentos decisivos de sua vida e carreira, mergulhando a fundo no redemoinho de sua memória. Entre fatos e lembranças narrados com sua personalidade forte, acaba descortinando uma fragilidade oculta, o que desmistifica o ser humano por trás dessa grande diva, que lutou até o fim para que seu talento fosse reconhecido acima de sua incontestável beleza.

Guilherme convidou a atriz brasileira Lana Rhodes, que tem experiência no teatro e na televisão, onde começou ainda adolescente, já tendo trabalhado em grandes produções e diretores renomados como Bia Lessa, Charles Moeller e Claudio Botelho e Jorge Fernando.

Ao time se uniram o diretor André Hawk, da Meduzza Filmes, Fernando Torquatto, responsável pela caracterização e figurinos e Edgard Duvivier, que criou a trilha especialmente para o filme.

“A ideia surgiu durante a pandemia enquanto eu fazia um curso de interpretação online com o autor Guilherme Gonzalez, que na época estava escrevendo uma série sobre a Cacilda Becker. Ele me chamou para fazer a Tônia Carrero na série dele, em uma cena sobre o lugar da mulher bonita na sociedade. Ao ver a cena, ele escreveu o texto da Tônia para mim e decidimos fazer em formato audiovisual, um média-metragem. O André Hawk ser o diretor foi algo fundamental para a escolha do formato, já que ele tem esse olhar documental nos trabalhos dele, Guilherme trouxe Fernando Torquatto, que assim como Edgard Duvivier, entraram de coração no projeto. Estou admirada com as conexões”, comemora Lana Rhodes.

O média-metragem (com 36min de duração) se utiliza da história da atriz para trazer assuntos que estão em destaque, como a objetificação da figura feminina. Tônia Carrero, que foi uma mulher à frente de seu tempo, é um marco da luta pela transformação da mulher e de seu papel na sociedade brasileira. Sempre se posicionou com inteligência, sem abrir mão dos seus atributos de beleza e feminilidade, mas sempre com uma potência e força na sua relação com as artes para além das aparências.

“O projeto surgiu da necessidade de resgatar personalidades marcantes que ajudaram a formar nossa identidade cultural. Um povo que não conhece suas referências e suas origens, não é capaz de trilhar seu caminho a um futuro civilizado. Escrevi o texto com muito respeito à atriz e a sua família. Espero que eles encontrem no filme uma homenagem carinhosa e sincera. Se tudo certo, em 2022, ano do centenário dessa grande dama dos palcos brasileiros, o texto completo será encenado nos palcos”, revela o autor.

Sobre Josué Júnior (531 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Designer, é proprietário do site de conteúdo Linkezine , @linkezine . Dentro do site abaixo é possivel ver um pouco da atuação da Arte Foto Designer no mercado : https://www.omnistore.net.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: