Passaporte Vacinal

No início desse ano, o tenista Novak Djokovic ficou isolado na Austrália, por não ter sido imunizado….

O avanço da Ômicron, outra mutação da covid 19 e o avanço da gripe Influenza resultam em muitos casos de mortes pelo mundo que alarmam a todos. No Brasil, estamos presenciando, dia a dia, uma avalanche de casos surgirem. Esse acontecimento é o resultado de uma mutação do vírus da Covid-19, associado a um novo surto de H3N2, um subtipo do vírus Influenza, conhecido como Darwin e recebe o nome de Flurona. Para o médico Roberto Debski, os casos de Flurona devem aumentar no Brasil: “Precisamos estar preparados, acompanhando e medicando as pessoas. Os casos de Covid não têm sido graves, mas ainda há uma grande quantidade de pessoas com a doença.”

Com esse novo surto em andamento e o rápido contágio da cepa Ômicron, o que resta ao cidadão é a vacinação. Esse é o grande problema, já que se tem uma parcela da população que ainda não fez sua parte que é ir ao posto de saúde se vacinar. Dessa maneira, com certeza, o mínimo para uma “normalidade” estaria mais próximo e seria um prêmio para aqueles que já concluíram sua imunização.

O passaporte vacinal brasileiro foi e continua sendo uma novela à parte. Os primeiros estados a aderir ao passaporte vacinal foram São Paulo e Brasília, mesmo com o Governo Federal atuando para que o passaporte vacinal não saia do papel. É impressionante a negação desse governo com algumas questões que podem favorecer, de forma segura, a circulação do cidadão. Com o passaporte vacinal teríamos um maior controle de quem realizou a imunização completa e dessa forma os cidadãos vacinados poderiam circular de forma mais segura, o que auxiliaria a economia de uma forma geral. Com o avanço da cepa Ômicron e o Carnaval se aproximando, alguns passos começam a ser dados pelos governos do estado e do município do Rio de Janeiro, cidade sediadora do Carnaval mais famoso do Mundo. O Prefeito Eduardo Paes fez esta declaração:

E, em entrevista coletiva, informou que o passaporte vacinal será bem-vindo e que a cidade do Rio de Janeiro adotará a medida, sendo essa a opção mais sensata a ser seguida. 

No início desse ano, o tenista Novak Djokovic ficou isolado na Austrália, por não ter sido imunizado. O país Australiano não permite a presença de pessoas não vacinadas. Sinceramente, essa atitude negacionista não cabe mais no mundo atual, onde a ciência comprova que o uso da vacina salva vidas e evita que os hospitais fiquem abarrotados, gerando o caos. Que o passaporte seja entendido como uma necessidade do momento e que irá passar. Que a vacinação possa seguir adiante para que realizemos um cinturão de imunização, e só assim sairemos de vez dessa pandemia, que infelizmente, ainda leva vidas.       

Sobre Josué Júnior (636 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

1 comentário em Passaporte Vacinal

  1. nice post

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: