Dia 19 de maio é o dia Mundial da Doação de Leite Humano

Dilma Rousseff, em 28 de Dezembro de 2015 assinou a LEI Nº 13.227, decretando o dia 19 de maio como o dia Mundial da Doação de Leite Humano. Com a lei assinada abriu um grande debate para o tema sobre doação de leite materno. O tema contém também a divulgação dos bancos de leite humano nos Estados e Municípios. O aleitamento materno é um tema muito caro para mulheres que tem dificuldade para amamentar seus filhos, sendo a saída para o problema, os bancos de doação de leite. Assim é possível suprir a necessidade dos bebês recém nascidos, e das mães que acabam se estressando muito com essa situação.  O tema não é simples, pois quando se fala em doação de leite materno é preciso falar também em mães com baixa produção de leite materno ou hipogalactia. Muitas delas tem a sua produção de leite afetada por vários fatores, e cito alguns deles: estresse, cansaço, tensão pós- parto, dores relacionadas à gravidez, e até depressão. Esses fatores podem liberar hormônios que inibem a produção do leite materno, e por isso esse é um tema muito caro para as mães que não conseguem alimentar seus recém-nascidos.

Com os bancos de leite em funcionamento, e com ajuda das mães doando leite para os bancos, fica garantida a amamentação para todos os recém-nascidos e bebês de meses, que precisam nesse primeiro momento do tão importante leite materno, evitando assim, algumas doenças comuns nessa faixa etária. O Brasil possui a maior rede do mundo, coordenada pela Fiocruz, e embora a prioridade seja para bebês prematuros e que não podem ser amamentados (casos de mãe com HIV ou outras doenças impeditivas ou órfãos de mãe), qualquer mulher pode se cadastrar para receber. A dra. Vilneide Braga Serva, do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SBP, faz esse breve comentário

 Além das causas citadas acima, existem também outros motivos para a falta de leite materno, sendo outro ponto muito falado por especialistas é a redução das glândulas mamarias, e as colocações de próteses de silicone no seio. Essas cirurgias acabam interrompendo a passagem de leite, gerando a dificuldade da mãe amamentar a criança. Como falei, o dia 19 de maio é um dia para que possamos debater a importância dessa doação, pois só assim conseguiremos gerar o debate para trazer à tona outros temas que ainda não ficaram esclarecidos por especialistas.  Estes sempre citam a importância do leite materno no início de vida de um bebê, evitando que este seja acometido por algumas doenças, aumenta a imunidade do pequeno, e além disso alimenta de forma saudável.

Por conta de tudo citado, convido a cada leitor pensar sobre o tema e vamos estimular essa ação!       

Sobre Josué Júnior (661 artigos)
Josué Júnior, carioca, pós- graduado pela faculdade Cândido Mendes. Atua no mercado com sua empresa Arte Foto Design é proprietário do site de conteúdo Linkezine. Registro Profissional: MTb : 0041561/RJ

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: